FENASUCRO discute perspectivas positivas com o Renovabio e bate recorde em negócios e público

29 ago 2019

Programa do Governo Federal estimula investimentos da cadeia produtiva do setor; Feira Internacional da Bioenergia recebeu 41 mil pessoas

A 27ª FENASUCRO confirmou o cenário positivo do mercado com a expectativa em relação ao RenovaBio e alcançou volume de negócios em torno de R$ 4,2 bilhões, que se iniciaram durante a feira e serão concretizados nos próximos seis meses. O público final foi de 41 mil visitantes/compradores.

Somente as rodadas de negócios, que atraíram compradores de 11 países e do Brasil, contaram com mais de 600 reuniões e têm previsão de negócios em torno de R$ 99 milhões. No estande de Startups do Sebrae-SP, nove empresas ofereceram soluções, gerando aproximadamente 1,5 mil atendimentos e R$ 100 mil em negócios também firmados a partir da feira.

O diretor Paulo Montabone afirma que a 27ª FENASUCRO representou um divisor de águas em razão do otimismo do setor e de novas perspectivas. “A Fenasucro é palco das transformações e inovações necessárias para o crescimento do mercado de bioenergia no país há 27 anos. Nos próximos anos o Brasil passará a produzir 48 bilhões de litros de etanol/ano (15 bilhões a mais do que é produzido hoje) e, mais do que isso, terá possibilidade de reduzir cerca de 600 milhões de toneladas de CO2 da atmosfera, o que irá gerar R$ 23 bilhões só em crédito de descarbonização (CBIO). Com esse contexto promissor, podemos afirmar que, no mínimo 10% de todos esses investimentos que serão injetados no mercado a partir do Renovabio, circularão pela feira nos próximos anos”, diz.  

Luis Carlos Jorge, presidente do CEISE Br, destaca a força do RenovaBio para os resultados da feira. “O sucesso da FENASUCRO 2019 é reflexo do cenário positivo em torno do funcionamento, a partir de 2020, do RenovaBio – programa que reconhece e amplia a participação dos biocombustíveis na matriz energética brasileira, o que pode gerar, em 10 anos, R$ 1,4 trilhão em investimentos para expansão da oferta, por exemplo. E essas boas perspectivas se confirmaram também pelo nível dos visitantes – um público ainda mais qualificado, propenso a negócios efetivos, já visando as oportunidades e demandas da tão esperada retomada do setor bioenergético”, afirmou Jorge.

Bons negócios

Guilherme Martins Neto, diretor da JW Indústria e Comércio de Equipamentos em Aço Inoxidável, afirma que a participação na feira teve um saldo muito positivo com negócios realizados durante o período do evento. “Durante a FENASUCRO assinamos um contrato com a Cofco Intl., um grupo chinês”, revela.

O diretor da Tubesteel, Leonardo Costa, ressalta a participação da marca pela primeira vez. “Fizemos muitos contatos, inclusive, com indústrias que não tínhamos acesso. Fechamos contrato na feira, atendendo aos nossos objetivos”, afirma.

Já Merquisson Sanches, gerente de operações da TT do Brasil, destacou como principal diferencial da edição foi o contato e acesso aos representantes de empresas no exterior. “Fizemos muitos contatos, emitimos propostas, inclusive, para seis clientes do exterior. Recebemos empresas da Nigéria, Colômbia, Bolívia e Argentina com prospecção de negócios de por meio de portas que se abriram durante a feira”, aponta.

Experiências

A 27ª FENASUCRO promoveu mais de 100 eventos de conteúdo. Somente nas atividades realizadas nos dois auditórios FENASUCRO e no auditório Zanini, o público presente foi de 4.900 pessoas. “Mais uma vez, a feira foi palco de importantes debates político-econômicos, reunindo nomes de peso de órgãos governamentais preocupados com as reinvindicações dos segmentos expositores, e dispostos a buscar soluções em prol do crescimento sustentável do Brasil”, aponta o presidente do CEISE Br, Luis Carlos Jorge.

28ª edição

Em 2020, a FENASUCRO acontecerá entre os dias 18 e 21 de agosto, no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho.

Publicidade:


Aplicativo de Celular
O aplicativo gratuito estará disponível para download nos sistemas Android e IOS.
Avise-me


Você sabe qual o papel do setor de transporte & logística para o mercado de bioenergia?
Baixe o eBook “Uma saída para aumentar a rentabilidade no setor sucroenergético”
Clique aqui